Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Doce Cafeína

Doce Cafeína

28
Dez21

Sobre 2021

Cafeína

Aprendi a chorar sem lágrimas, fui embora de uma amizade e descobri que nesse momento tive o maior ato de coragem e a maior prova de amor dada a mim mesma. Doeu-me horrores, causou-me danos emocionais.

Descobri que todo e qualquer tipo de relacionamento é muito mais complexo do que se possa imaginar e que a única pessoa que devemos colocar no pedestal somos nós mesmos. Aprendi a gerir as minhas angústias e desesperos e senti o quanto isso me impulsionou para um crescimento interior brutal.  Entendi que eu  e só eu serei sempre gentil o necessário para me acrescentar. Gosto muito da Cafeína de hoje e de todas as outras Cafeínas deixadas lá atrás.

Aprendi que o sofrimento, após o seu dano, nos permite voltar a sonhar e a reeencontrarmo-nos connosco mesmos, fiz planos, mudei de vida, comecei a poupar mais dinheiro, aconselhei os meus filhos como se fosse muito velhinha e olhei para o cafeína-men como aquele que está lá sempre.

Consegui o emprego que tanto queria, aprendi a não discutir mas, em vez disso, levantar a sobrancelha e olhar nos olhos para mostrar o meu desagrado. Tornei-me mais livre, mais idependente, mais próxima dos meus filhos e neste momento tenho projetos em mãos.

Em vez de um copo de vinho, bebo dois ou três, os que me apetecer desde que não me perca de mim, rio à mesa, não faço grandes fretes e se me chatearem muito levanto o dedo do meio. Por fim, e ao fim de tantos anos (tenho 37) aprendi que não conseguimos mudar ninguém nem meter nada na cabeça de quem quer que seja (palmas para mim que doeu mas cheguei lá  ) restando-nos sair da mesa de jogo e a saber sair de cena na hora certa.

Chorei de raiva, de dor, magoaram-me muito, exigiram de mim o que não conseguia dar mas libertei-me de tudo isso e olhei mais vezes para mim própria. Disse "amo-te" aos meus filhos vezes sem conta e dei-me ao luxo de me amar.

Não foi um ano fácil mas foi um bom ano 

 

24 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub