Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Doce Cafeína

Doce Cafeína

29
Out21

Cicatrizes

Cafeína

Diria que estou numa fase da vida em que a introspecção e tomada de deciões estão de mãos dadas. Planeio projectos de mudança que me poderão levar a uma libertação muito grande.

Aprendi que o silêncio é tão valioso como o alimento que nos dá suporte para continuar a viver. Por vezes, custa-me pensar no quanto as coisas mudaram. Mas sei que o mundo pulsa e que a vida está em constante mudança e embora eu defenda que a vida tem as suas páginas escritas, defendo também que muitos resultados têm a ver com o jeito que nós lhe damos.

 Assim podemos comparar a vida a um jogo, em que, ao descobrir o batoteiro nos faz retirar da mesa. Ninguém tem que ser a bengala de ninguém e muito menos não sentir que papel desempenha na vida de determinada pessoa. Certa vez disseram-me que isto de ser demasiado emocional é extremamente lixado mas que crescemos e amadurecemos muito mais. Acredito e sinto que sim. Todos sabemos que fechar portas dói, dói muito mas que é necessário para o nosso bem estar mental e emocional.

Avizinham-se cicatrizes.

28
Out21

Cagari Cagaró

Cafeína

Há pessoas que não nos sabem ter. Não sabem.

Por muito que nós demos de nós mesmos, por muito boa amiga, boa pessoa que uma pessoa seja, há pessoas no caminho que de uma maneira inconsciente (espero eu), não nos sabem ter. 

Quando eu me preocupo com determinada pessoa a ponto de lhe dizer "quando souberes o resultado da consulta diz" e recebo como resposta: " nem te disse antes onde ia porque ainda ias lá ter comigo" eu só penso que a pessoa se acha a última bolacha do pacote e que eu sou mesmo muito parva.

E estou numa idade em que não me apetece nada ser parva. Nada. Nadinha mesmo.

Da próxima cagari cagaró.

26
Out21

Enquanto o mundo dormia

Cafeína

Hoje madruguei e fiz uma pequena caminhada antes de ir trabalhar.

Ainda era noite mas o céu estava deliciosamente composto por tons alaranjados das luzes da cidade. Ao longe via-se um carro ou outro e o sol a querer despontar. A paz que senti do alto daquele monte enquanto olhava para baixo é indiscrítivel. Senti uma calma interior que me regenerou de qualquer dor que tinha. Foi tão enriquecedor poder estar comigo e com a minha solidão naquele ambiente...

Enquanto o mundo dormia.

25
Out21

O fazendeiro

Cafeína

O fazendeiro chegou esbaforido junto do patrão e disse: "Sr. Zé o seu gato morreu."

Com toda a calma,sensatez e serenidade replicou o patrão: " Você não deve dar as notícias assim. Tem que preparar antes e dizer que o gato subiu à arvore, que está difícil tirá-lo de lá, que se magoou e acabou por não resistir".

Atento a importantíssimo ensinamento, o fazendeiro saiu assimilando toda aquela informação e continuou a cuidar da quinta.

Dias passaram e o fazendeiro voltou ao patrão, um pouco apreenssivo mas cheio de coragem e olhando nos olhos do patrão disse: "Sr. Zé, a sua mãe subiu à arvore..."

21
Out21

O dente do miúdo

Cafeína

Baliza dentária é aquela patologia/fase em que os miúdos perdem os dentes da frente e qualquer coisa que eles possam dizer vai  irritar o triplo do que é suposto ou aceitável.

O meu chavaleco mais novo andava há algum tempo com meia baliza e com a outra barra a abanar, só que aquilo nunca mais caía. Hoje de manhã ( que é sempre um "timing" do caraças ) enquanto eu tratava do mais velho, o mais novo ao despir a blusa começou a chorar e a dizer que "tenho o dente torcido". ("Oi? Torcido?") entre choro e esperneio mantive a calma e delicadamende (entenda-se que o "meu" delicadamente é não levantar o timbre vocal) pedi-lhe que se acalmasse. Nas entrelinhas  do snif snif e dos soluços puxei-lhe o dente e aquilo lá saiu. Fiz toda uma festa para o miúdo se acalmar e ficar orgulhoso daquela enorme baliza que coitadinho ainda bem que isto acontece logo em tenra idade.

Riqueza da mãe.

20
Out21

Tiradas

Cafeína

A gata chegou à Cafeína House e pode dizer-se  que é uma ternurinha, tem olhos azuis e é muito doce.

Os meninos receberam ordens para não esmiuçarem a bichinha e têem sido muito queridos e responsavéis tratando-a com todo o respeito. É a nova residente lá de casa e depressa se colocou muito à vontade.

Sabemos pois que ter crianças em casa é aprender coisas novas todos os dias e uma das tiradas mais recentes foi " oh mãe, oh mãe o cocó da gata é uma salsicha" . Posto isto virei costas para não me desmanchar a rir e prevejo ão comer salsichas nos próximos tempos 

 

 

15
Out21

Adotei uma gata

Cafeína

No ínicio da semana, em frente ao local de trabalho socorremos um gatinho que tinha sido atropelado. Ligámos para os colegas do setor veterinário e o gatinho está a ser tratado, embora a esperança que sobreviva seja pouca.

Ontem fui visitar o gatinho e fiquei triste por perceber que ele não terá muitos dias de vida. Ao sair, encontrei a médica veterinária que me apresentou uma gata pela qual me apaixonei de imediato.

Adotei. Simples assim. 

Quando cheguei a casa e contei ao moço senti que ele ficou comovido com toda a história. 

E então pronto. Somos 5 lá em casa 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub